You are currently viewing A Comunicação Interna já mudou de patamar

A Comunicação Interna já mudou de patamar

Ideafix é a maior especialista em pesquisas de Comunicação Interna do Brasil, tendo atendido as maiores empresas do país ao longo de mais de 20 anos de atuação.

 

E continuamos a fazer com:

Com nosso trabalho, ajudamos a ditar os rumos da Comunicação Corporativa por aqui, gerando dados, informações e conhecimentos. Em outra frente, entidades como a ABERJE também são fundamentais para introduzir novos conceitos e conteúdos qualificados para os profissionais do setor.  

O que mais nos chama a atenção agora?
A CI já mudou de patamar. Se em tempos outros tínhamos que lutar para convencer as empresas a terem um sistema robusto de comunicação para o ambiente produtivo, nos dias atuais já sentamos com lideranças que nos detalham tintim por tintim por que a CI é um fator de vantagem competitiva e primeiro passo na implantação das estratégias e ações.

Ainda pensando lá e cá, antes a CI estava calcada em avaliar conteúdos e formatos de comunicação e se eles alcançavam os empregados. Hoje, a CI continua a avaliar conteúdos, formas e alcance, mas lança questões quanto aos valores presentes na cultura, se são retratados pela comunicação e, mais importante, se eles produzem sentido para os colaboradores.

A questão é o correto entendimento da estratégia corporativa e de que forma cada indivíduo se encaixa no alcance dos objetivos da organização.

As lideranças passam a ser um canal comunicador de permanentes investimentos em formação, acompanhamento, desenvolvimento e desempenho (LINK vide nosso post Liderança Comunicadora).

Note que, se antes a CI dirigia-se aos “empregados”, hoje se troca o rótulo de forma crescente por “colaboradores”. Diante das diversas reformas no mundo do trabalho e novidades no sistema produtivo, a força laboral pode compor a empresa das portas para dentro, fazendo parte de uma cadeia de valor gigantesca e com múltiplas formas de contratação (por serviços e projetos; terceirizados; intermitentes e temporários; trainees e estagiários, entre outros). 

Adicione-se a isso a crescente tendência ao trabalho remoto, que ganhou impulso ainda mais relevante nos tempos de pandemia. Já havia capacidade instalada e recursos sobressalentes nas empresas e casas dos colaboradores, que foram finalmente mobilizados de forma produtiva (em alguns casos, em índices superiores aos espaços presenciais).

Sem dúvida a Comunicação Interna chegou a um novo patamar. O que temos sentido no nosso cotidiano?

 

Os clientes à frente do tempo já pesquisam todas as suas relações na cadeia de valor: colaboradores, fornecedores, financiadores, centros acadêmicos e de pesquisa, canais de logística e vendas, entidades parceiras e complementadores e, incrivelmente, até o consumidor em atividades de “co-criação”, “comunidades” e “conversas”. 

 

Tudo isso remete ao que já seria uma “Comunicação Integrada”.

Ainda há tempo para sua organização embarcar nessa mudança quântica.

Manda um WhatsApp! 

 

Fabiana Silva
Head Comercial e Marketing