E você, conhece bem as pessoas?

E você, conhece bem as pessoas?

Suzel Figueiredo

Houve um tempo que as pessoas tinham quase nenhum poder. Não tinham informação, não tinham acesso, não tinham direitos. Eram tempos de muitos intermediários que, para resguardar seus interesses, tratavam a informação a sete chaves.

No campo do consumo, você já percebeu quantas coisas você faz de maneira autônoma? Compra passagens áreas, reserva hotéis (ou Airbnb), pede comida, faz investimentos, compra seguros, faz financiamentos, compra livros, móveis, equipamentos, tudo com um simples acesso digital.

Isso significa que há perda de influência de vendedores, consultores, agentes de viagem, corretores, executivos de negócios, gerentes de banco.

Somos cada vez mais independentes e exigentes. Tomamos nossas próprias decisões sem ouvir intermediários, que trocamos por consultas no Google, no site do Proteste e do Procon. Hoje vale mais a opinião de um desconhecido do que a de um especialista.

E esse poder, aliado à tecnologia, mudou toda a comunicação. Há 20 anos atrás, uma boa companha de publicidade lançava um produto e sustentava as vendas. Hoje, além da campanha, é preciso um esforço imenso nas mídias sociais, é preciso encontrar influenciadores, se o anunciante tiver verba para uma celebridade, facilita. É preciso interagir e criar experiências.

A marca sozinha já não consegue muito. O telhado de vidro aumentou e ainda acenderam holofotes. Dentre as 100 maiores empresas operando no Brasil, mais da metade passou por alguma fragilidade na sua reputação nos últimos anos.

Hoje o cidadão mobilizado, o consumidor indignado, o funcionário descontente são capazes de fazer um estrago considerável na imagem de uma empresa. Por isso é tão importante conhecer as pessoas. Quanto mais você conhece, mais certeira será sua comunicação.
Simon Sinek, consultor organizacional inspirador, diz que funcionários são pessoas, consumidores são pessoas e se você não entende de pessoas, você não entende de negócios. Eu concordo com ele!

E você, será que conhece bem as pessoas que são alvo da sua comunicação?